Saiba mais sobre os projetos de preservação desenvolvidos pela Reserva Huilo Huilo, no Chile

por informações redação Diário do Turismo
Imagens: Reprodução/Divulgação
 
Jacytan Melo Passagens | Sua próxima viagem começa aqui! - No começo da selva patagônica do Chile, marcado pelo clima úmido e pela diversidade da floresta tropical temperada, está localizada a Reserva Biológica Huilo Huilo (foto). O projeto é baseado no turismo sustentável, na integração da comunidade local e na conservação do meio ambiente. Dentro destes pilares, Huilo Huilo desenvolve projetos que, nos últimos anos, lhe renderam prêmios como o “National Geographic World Legacy Awards”, na categoria “Conservação do Mundo Natural”, recebido em Berlim (Alemanha), em 2015.
 
 
Uma das iniciativas da Reserva é a Fundação Huilo Huilo, que busca fazer um trabalho com os povoados de Neltume e Puerto Fuy (foto). Exemplo é a oficina de artesanato para confecção dos seres mágicos (fadas e duendes que representam a atmosfera mística da Reserva) e objetos em madeira. Também existe o projeto junto às escolas para preservação da memória e conscientização sobre a importância da proteção da Reserva Biológica. As mulheres da comunidade foram empregadas para fazer as almofadas, travesseiros e peças de artesanato que são usadas na decoração dos hotéis. Os guias também são locais e recebem cursos de capacitação em turismo e de inglês, para que possam receber melhor os estrangeiros.
 
 
Centro de conservação Huemul
 
Outro projeto da Reserva, e um dos mais emblemáticos, é o Centro de Conservação do Huemul (foto), espécie de cervo sul andino que corre risco de extinção. O Centro existe há mais de 10 anos, quando um casal de huemules foi retirado da Villa O’Higgins, na região de Aysén, e levado para Huilo Huilo, em Panguipulli, com o objetivo de povoar novamente a região de Los Ríos com este animal que tanto caracteriza o Chile.Este é o único programa no mundo que conseguiu reproduzir esta espécie em um ambiente semi-controlado. Hoje temos informações sobre a nutrição ideal para os huemules, bem como podemos garantir saúde e segurança a eles”, comenta Rodrigo Mata, gerente comercial de Huilo Huilo.
 
 
Além dos huemules, Huilo Huilo também desenvolve outras pesquisas sobre como preservar a fauna e a flora locais, como a reintrodução dos guanacos na selva e o resguardo dos sapitos de Darwin (foto), uma espécie de sapo em extinção.
 

 

Por informações redação Diário do Turismo
Imagens: Reprodução/Divulgação
 
Jacytan Melo Passagens | Sua próxima viagem começa aqui! - No começo da selva patagônica do Chile, marcado pelo clima úmido e pela diversidade da floresta tropical temperada, está localizada a Reserva Biológica Huilo Huilo. O projeto é baseado no turismo sustentável, na integração da comunidade local e na conservação do meio ambiente. Dentro destes pilares, Huilo Huilo desenvolve projetos que, nos últimos anos, lhe renderam prêmios como o “National Geographic World Legacy Awards”, na categoria “Conservação do Mundo Natural”, recebido em Berlim (Alemanha), em 2015.
 
Uma das iniciativas da Reserva é a Fundação Huilo Huilo, que busca fazer um trabalho com os povoados de Neltume e Puerto Fuy. Exemplo é a oficina de artesanato para confecção dos seres mágicos (fadas e duendes que representam a atmosfera mística da Reserva) e objetos em madeira. Também existe o projeto junto às escolas para preservação da memória e conscientização sobre a importância da proteção da Reserva Biológica. As mulheres da comunidade foram empregadas para fazer as almofadas, travesseiros e peças de artesanato que são usadas na decoração dos hotéis. Os guias também são locais e recebem cursos de capacitação em turismo e de inglês, para que possam receber melhor os estrangeiros.
 
Centro de conservação Huemul
 
Outro projeto da Reserva, e um dos mais emblemáticos, é o Centro de Conservação do Huemul, espécie de cervo sul andino que corre risco de extinção. O Centro existe há mais de 10 anos, quando um casal de huemules foi retirado da Villa O’Higgins, na região de Aysén, e levado para Huilo Huilo, em Panguipulli, com o objetivo de povoar novamente a região de Los Ríos com este animal que tanto caracteriza o Chile. “Este é o único programa no mundo que conseguiu reproduzir esta espécie em um ambiente semi-controlado. Hoje temos informações sobre a nutrição ideal para os huemules, bem como podemos garantir saúde e segurança a eles”, comenta Rodrigo Mata, gerente comercial de Huilo Huilo.
 
Além dos huemules, Huilo Huilo também desenvolve outras pesquisas sobre como preservar a fauna e a flora locais, como a reintrodução dos guanacos na selva e o resguardo dos sapitos de Darwin, uma espécie de sapo em extinção.
Voopter banner buscador d0031080