A importância para a gestante contratar um Seguro Viagem

por redação (com informações Grupo SEGS | Portal Nacional - Seguros Promo)
Imagem: reprodução/divulgação

VIAJAR BEM É VIAJAR SEGURO >

Jacytan Melo | Travel & Tourism -
Muita coisa deve ser pensado quando uma grávida realiza uma viagem. Imprevistos como ter a bolsa rompida ou qualquer outro incômodo que possam surgir em uma viagem internacional, faz-se necessário a gestante tenha em mãos um seguro viagem.

Para se ter uma ideia, nos Estados Unidos um parto normal custa em torno de US$ 10 mil, enquanto uma cesária custa US$ 15 mil, de acordo com a Federação Internacional de Planos de Saúde. Convertendo os valores em reais, a gestante poderia de desembolsar cerca de R$ 55 mil.

Dicas para a contratação do seguro viagem

1 - Informar a idade gestacional

A primeira providência ao contratar um seguro viagem é informar a idade gestacional e fazer a confirmação se a seguradora cobre a mulher nestas condições. Segundo uma pesquisa realizada, a grande maioria dos seguros cobrem até 32ª semana de gestação e com limite de 40 anos da gestante. Porém, acima de 28 semanas é necessária a autorização médica por escrito (essa exigência também é feita pela própria companhia aérea).

2 - Escolher sempre planos mais completos

No momento da contratação de um seguro viagem para gestante, o fator mais importante é a escolha de um plano com assistência médica de valor maior, visando a prevenção de possíveis custos de procedimento para complicações da gestação.

É bom estar ciente que os serviços de um seguro viagem para gestante não diferem dos seguros "normais". A cobertura está atrelada ao valor contratado de assistência médica (30 mil, 60 mil, 100 mil, 300 mil) desde que se enquadre em procedimentos de urgências e emergências médicas.

3 - Urgências médicas

Todos os seguros viagem cobrem urgências e emergências médicas da gestante. Dessa forma, com um seguro viagem completo, caso a gestante precise fazer um parto de emergência poderá ser feito.

4 - Seguros viagem para gestantes X seguros viagem regulares

Em geral, a maioria dos planos "regulares" já possuem cobertura para gestante sem alteração do valor do seguro. O que pode ser feito em algumas seguradoras é a contratação de uma cobertura adicional de despesas médicas.

5- Procedimentos não cobertas pelas seguradoras

Consultas de curso normal (pré-natal), abortos provocados e despesas médicas com o recém-nascido (incluindo cuidados neonatais) não são cobertos pelas seguradoras.

*Fonte da matéria: https://www.segs.com.br/seguros/116066-seguro-viagem-para-gestantes-por-que-contratar