Conheça 15 dicas para uma viagem segura

Imagem: Reprodução/Divulgação

#JACYTANMELOPASSAGENS - Não é pelo fato de o mundo oferecer perigo ou insegurança que as pessoas irão deixar de viajar. Muito pelo contrário, as empresas aéreas, terrestres e demais setores econômicos do mercado de turismo, mostram um número sempre elevado de pessoas que circulam por muitos países em busca de diversão. Um site especializado Lonely Planet Brasil elaborou uma lista com algumas dicas de senso comum durante uma viagem.

1. Olhar sempre para trás

O viajante deve adquirir um hábito de olhar para trás quando se levanta antes de ir embora de algum lugar. É sempre provável quando a pessoa sai para algum passeio, estará levando mais coisas do que quando se está em casa. Dessa maneira é mais provável esquecer um casaco ou uma revista na mesa de café.

2. Separar o dinheiro

É costume as pessoas manter todos os cartões de crédito e bancários em uma só carteira quando se está no domicílio. É bom não fazer isso enquanto estiver viajando. Manter o dinheiro em lugares diferentes é mais prudente. Se perder todas as malas no aeroporto, fica muito mais difícil conseguir substituto.

3. Não portar carteira no bolso de trás da calça

Para evitar furtos, procure manter a carteira no bolso da frente, especialmente um que pode ser abotoado. Utilizar um bolso interno do casaco é mais seguro. Há também opções diferentes como cintos dinheiro para colocar em volta da cintura.

4. Verificar todos os documentos importantes

Uma medida de segurança é digitalizar os documentos de viagem. Guardar as cópias do passaporte, vistos e seguros e mantê-los em uma parte separada da bagagem. Outra medida preventiva é deixar tudo salvo no e-mail.

5. Jamais confiar em estranhos

É um pouco difícil começar a conhecer os locais de destinos se não confiar neles, mas sempre há limites para o quanto se deve confiar quando se trata da segurança pessoal, dinheiro, e consumo de comida ou bebida.

Real Seguro Viagem - Comparação de seguradoras em tempo real. Consultoria para contratação. Suporte até o fim da viagem. Clique e confira!

6. Fazer um Seguro Viagem é importante

Essa medida serve principalmente para os custos de saúde se caso ficar doente ou ferido enquanto estiver no exterior. Os custos hospitalares podem sair muito aros mesmo em se tratando de uma pequena lesão. Seguro sempre vale a pena.

Seguro viagem com 10% de desconto em todos os planos, + 5% no boleto ou em até 6 vezes no cartão.

7. Vacinar-se é prevenção

O viajante deve visitar o seu médico antes de sair e obtenha do mesmo todas as vacinas pertinentes para os destinos que se vai visitar e para saber as precauções de saúde que se deve seguir.

8. Cuidado com o que usa nas ruas

Quem se está em determinado lugar a vontade é sempre conhecer mais sobre o local. Evite ao sair usar jóias ou câmara cara pendurada no pescoço. Isso é muito atrativo para os ladrões. O bom mesmo é deixar as jóias em casa e manter a câmara em uma bolsa quando não estiver usando.

9. Cuidado com a diversão

Pode parecer inusitado, mais é preciso ter cuidado ao andar de moto ou moto aquática em um país estrangeiro. Na Tailândia, por exemplo, cerca de 38 pessoas por dia morrem em acidentes com scooters.

10. Verificar os certificados de instrutores

Se decidir fazer um curso de especialização como mergulho ou algo arriscado, como bungee jump, o viajante deve verificar se os instrutores têm qualificações legítimas e um bom histórico de segurança. Há geralmente uma razão de um determinado curso ser mais barato que os outros. O PADI tem uma lista de operadoras de mergulho qualificadas.

11. Ficar de olho nos pertences em espaços públicos

Isso pode parecer bobagem, mas acontece sempre. Alguns viajantes deixam as malas em seus pés ou penduradas na parte de trás das cadeiras quando estão em cafés ou restaurantes. O correto é manter as malas no colo ou envolver a alça em torno da perna.

12. Não resistir

Existe uma regra bem simples que as pessoas acham difícil de seguir: se o viajante sofrer um assalto, é bom deixar a carteira, relógio etc. Caso isso aconteça, não deve ser um grande problema se deixou todas as suas coisas insubstituíveis em casa.

13. Não dar dinheiro aos mendigos

Há exceções a esta regra, como monges em busca de esmolas. Mas, em geral, não doar dinheiro para as pessoas na rua. Além do fato de que este é um momento em que se fica com a carteira à vista, e vai incentivar a mendicância. Se o viajante quiser ajudar, pode fazer algum trabalho voluntário no destino ou doar algum dinheiro para uma instituição de caridade local.

14. Não usar cartão de crédito em um cybercafé

Computadores dos cybercafés podem ter hardware que gravam  dados de modo que outras pessoas vejam o nome de usuário e senha para suas contas online (bancário, e-mail etc) ou de  cartão de crédito.

15. O pior inimigo pode ser o companheiro de viagem

Muitas vezes companheiros de viagem vão correr riscos que comprometem a segurança do viajante. Eles vão pedir a ajuda de pessoas estranhas, vão agravar uma situação com arrogância, ou vão quebrar qualquer número dos itens mencionados acima. Não se submetam à pressão dos pares. É melhor seguir a viagem sozinho do que mal acompanhado.

Banner 728x90