Chapada Diamantina x Chapada dos Guimarães: para qual embarcar?

English     Español     Deutsch     Français

por Verônica Vasque* | Voopter
Chapada Diamantina- Imagem: Reprodução/Divulgação
 
Jacytan Melo Passagens - O que não falta no Brasil é natureza exuberante. Entre as várias belezas naturais, as chapadas, espalhadas principalmente pelas regiões Centro-oeste e Nordeste, têm um lugar especial na paisagem brasileira.
 
 
É cada opção incrível e convidativa, que fica difícil decidir para onde embarcar primeiro ou onde repetir a dose. Bateu dúvida?
 
Confira nosso post, fique sabendo um pouquinho sobre a Chapada Diamantina (BA) e a Chapada dos Guimarães (MT) e escolha o destino da sua próxima viagem.
 
 
Chapada Diamantina (BA)
 
Cânions, serras, cachoeiras aos montes, grutas, cavernas.... Não faltam motivos para arrumar as malas - ou melhor, a mochila aventureira - e partir rumo ao Parque Nacional Chapada Diamantina (foto), que fica no centro da Bahia e é formado por vários municípios. Afinal, trata-se da maior chapada do Brasil, que reúne quase todas as nascentes do rio das bacias do Paraguaçu, do Jacuípe e do Rio de Contas, e cuja respeitada área é de 152 mil hectares. A região também abriga uma incrível variedade de fauna e de flora, que dá um tom a mais ao cenário único. Realmente exuberante!
 
 
Por lá, as principais atrações ficam por conta das cachoeiras do Mosquito, do Buracão e da Fumaça; do Morro do Pai Inácio - que é um dos pontos mais famosos do parque -; Pratinha; da Gruta de Lapa Doce; do Morrão; Vale do Pati; do Poço Azul e do Poço Encantado, só para citar alguns exemplos.
 
 
 
A época ideal para conhecer o Poço Encantado (foto) - um dos pontos igualmente mais buscados pelos visitantes - é entre abril e setembro. Nesse período, ocorre o fenômeno que deixa a água com aquele tom azul incrível.
 
Para aproveitar bem a região, se banhar nas lindas cachoeiras, desbravar as grutas e cavernas e respirar ar puro das serras, o ideal é reservar, pelo menos, uma semana para a viagem.
 
Para visitar o parque, a melhor opção é voar até o município de Lençóis, que é a principal porta de entrada. Mas dá para chegar também a partir de Salvador.
 
Da capital, a viagem de carro até o município de Lençóis - que oferece ótima infraestrutura, com muitas opções de pousadas, bares e restaurantes - dura cerca de 5 horas. O site Rentalcars te ajuda a alugar carros com mais facilidade. Aproveite!
 
 
Chapada dos Guimarães (MT)
 
O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães (foto), localizado nos municípios de Chapada dos Guimarães e Cuiabá, reúne muitas opções de cachoeiras, corredeiras, mirantes com vistas espetaculares, cavernas e trilhas em meio à típica vegetação do cerrado. O lugar é um verdadeiro convite à natureza, com uma área reservada de 33 mil hectares.
 
 
Para conhecer a Chapada e aproveitar cada atração que o parque abriga, é necessário reservar pelo menos três dias para a viagem. Entre as atrações da região, destacam-se o Vale do Rio Claro; o Circuito das Cachoeiras - também conhecido como Caminho das Águas -; a caverna Casa de Pedra; a Cidade de Pedra; o Morro São Jerônimo e a emblemática cachoeira Véu de Noiva.
 
 
Com cerca de 87 metros de queda formada pelo Rio Coxipó, a cachoeira Véu da Noiva (foto) é o ponto alto da Chapada. Simplesmente incrível. Ou seja, parada obrigatória.
 
O parque fica a aproximadamente 60 km de Cuiabá, assim, a melhor dica é voar para a capital. De Cuiabá, é só alugar um carro até o município de Chapada dos Guimarães - a cerca de 11km da entrada do parque e com infraestrutura ideal para se hospedar. Partiu?
 
Alugue os carros no site Rentalcars. Lá se encontram todas as principais locadoras da região, para que você possa escolher qual modelo e pacote se adequam melhor ao seu roteiro.
 
*Verônica Vasque é jornalista e pós-graduanda em Marketing Digital
 
 
 
Voopter banner buscador d0031080