Saiba quais as taxas que incidem sobre as passagens aéreas?

por informações Verônica Vasque* | Voopter
Imagem: Reprodução/Divulgação
 
#JACYTANMELOPASSAGENS - Taxas de embarque são, geralmente, uma incógnita para muito viajantes, que queixam-se dos valores acrescidos às passagens aéreas e tampouco entendem por que eles variam de um aeroporto para outro e por que oscilam conforme a natureza da viagem.
 
 
Pensando em banir essa dúvida que aflige muitos de nossos usuários na hora de comprar suas passagens, depois de explicarmos como são calculados os preços dos bilhetes aéreos, vamos mostrar neste post quais as taxas de embarque que incidem no preço final das tarifas.
 
 
Lembre-se: conhecer os critérios adotados pelas companhias aéreas para determinar os valores dos bilhetes e as variáveis que incidem sobre eles pode te ajudar a garantir as melhores tarifas para os voos.
 
 
De acordo com a Infraero, empresa pública responsável por administrar toda a infraestrutura aeroportuária dos principais aeroportos do país, a tarifa de embarque é determinada de acordo com ''a categoria do aeroporto e o tipo de viagem (doméstica ou internacional) e é cobrada antes do embarque do passageiro’’, por intermédio das companhias aéreas.
 
 
Esse valor pago pelo passageiro no momento da compra do bilhete aéreo é destinado aos serviços e à utilização das instalações dos terminais de passageiros. Isso inclui todo o processo de embarque, desembarque, bem como a segurança dos aeroportos.
 
 
Para embarques domésticos, o valor máximo a ser pago pelos passageiros em aeroportos de 1ª categoria é de R$27,68. Já nos aeroportos de 2ª categoria, o custo é de R$21,76.
 
 
A tarifa paga pelos passageiros em embarques internacionais é de R$119,13, também válida para os aeroportos de 1ª categoria.  Para embarcar para fora em aeroportos de segunda categoria, o passageiro pagará o valor de R$90,92 referente à taxa de embarque.
 
 
A 1ª categoria inclui os aeroportos de Belém; Boa Vista; Cuiabá; Curitiba; Florianópolis; Fortaleza; Maceió; Manaus; Porto Alegre; Recife; Santos Dumont (Rio de Janeiro); Salvador; São Luís e Congonhas (São Paulo).
 
 
Entre os 49 aeroportos públicos classificados como de 2ª categoria, estão os de Pampulha (Belo Horizonte), Campo Grande, Campina Grande, Fernando de Noronha, Foz do Iguaçu, Goiânia, Ilhéus, João Pessoa, Joinville, Juiz de Fora, Londrina, Macaé, Maringá, Petrolina, Porto Seguro e outros.
 
 
 
Banner 728x90